sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Tempo


porque o tenho, às vezes,
nada como o aproveitar

Sem comentários:

Publicar um comentário